Uso do celular ao volante é perigoso e resulta em infração

Todos sabem que usar o celular ao volante diminui a atenção, pode causar acidentes e é prejudicial à vida. Ainda assim, muitas pessoas insistem nesta combinação que, além de ser extremamente perigosa, resulta em infração gravíssima e menos sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

A multa também pode vir em conjunto com outra infração: a condução de veículo sem as duas mãos ao volante, que faz o motorista perder mais cinco pontos na CNH. Em até 12 meses, o acúmulo de 20 pontos ou mais acarreta na suspensão do direito de dirigir.

Além das infrações pesarem no bolso, os perigos são ainda maiores, já que a utilização do celular ao volante é o terceiro maior fator de fatalidades no trânsito brasileiro.

Todos os anos, mais de 37 mil pessoas perdem a vida em acidentes, o que comprova que dirigir e falar ao celular pode ser tão arriscado quanto conduzir um automóvel após ingerir bebidas alcoólicas.

 

Pedestres

Pedestres também correm sérios riscos quando o assunto é o uso de celular combinado ao trânsito. É cada vez mais frequente o registro de atropelamentos de pessoas concentradas nos smartphones na hora de atravessar a rua.

As ações que mais distraem pedestres e aumentam em 80% as chances de acidentes são ler, digitar, falar e usar fone de ouvido enquanto caminham.

É importante ter em mente que dirigir e, até mesmo, andar na rua exige atenção, ou seja, para motoristas e pedestres, a recomendação é a mesma: não fazer o uso do celular no trânsito em hipótese alguma, e garantir uma viagem segura para todos.

 

SOLICITE A SUA COTAÇÃO